BEM-VINDO AO BLOG DE ELIANA BELO
Arquivo virtual de História, Memória e Patrimônio de Indaiatuba (SP) e região.*

Este blog só é viável com o auxílio de vários colaboradores; seja um também, divulgando seu (s) texto (s) ou imagem (ns).

CITE A FONTE ao fazer uso de textos ou imagens publicados neste blog; grande parte do material foi cedido generosamente por colaboradores.

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Google Maps mostra como eram os caminhos no século XVIII

Texto de Joana Rôxo/JPN e jornal Público
 
Os internautas já podem saber como eram os seus países no século XVII, através de uma colecção de mapas históricos, disponível no Google Maps.

O projecto, desenvolvido pelo coleccionador norte-americano David Rumsey e pela Google, pretende dar a conhecer as alterações dos países desde o século XVIII.

Os documentos históricos foram disponibilizados pela Fundação David Rumsey — "Historical Map Collection". Segundo o site oficial de Rumsey, "a nova ferramenta inclui a pesquisa geográfica através da localização no mapa e pela cobertura do mapa antigo sobre o mapa actual, numa janela do Google Maps".

Portugal, no século XVIII, foi desenhado pelo geógrafo italiano Giovanni Rizzi Zannoni, e corresponde à constituição do país entre os anos de 1736 e 1814. O mapa permite conhecer as fronteiras, as cidades e os distritos de terras lusas, em grande detalhe.

Além de Portugal, é possível visualizar 118 países de cinco continentes diferentes e um mapa completo da Europa de 1787.

A lista de mapas disponíveis online pode ser vista aqui.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS MAIS PROCURADAS - Última semana

Entre em contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

.

Indaiatuba - A cidade que tinha um urubu de estimação

Indaiatuba - A cidade que tinha um urubu de estimação
Ave silvestre foi domesticada e atualmente voa livremente pela cidade, pousando em logradouros públicos, tornando-se conhecida e querida pelos indaiatubanos. Ajude a preservar!

SEGUIDORES

Quantas pessoas precisam receber um órgão doado?

VISITANTES NO ÚLTIMO ANO