BEM-VINDO AO BLOG DE ELIANA BELO
Arquivo virtual de História, Memória e Patrimônio de Indaiatuba (SP) e região.*

Este blog só é viável com o auxílio de vários colaboradores; seja um também, divulgando seu (s) texto (s) ou imagem (ns).

CITE A FONTE ao fazer uso de textos ou imagens publicados neste blog; grande parte do material foi cedido generosamente por colaboradores.

terça-feira, 30 de junho de 2015

B. Bastos - O poeta indaiatubano de 1873


Ao distincto poeta da viola, Sr. Mariola

Indaiatuba, 21 de novembro de 1873 *
(mantida a grafia original)


Isso é pancada na bola,
Está desorganisada a caxola,
Meta-se em uma camisola
Quando não vá para a escola.

Parece-me o viajante universal
Com as suas pilheiras sem sal.
E é como lhe digo tal e qual
Pula lá para o curral!

Isto é altas congonhas
Da família das cegonhas
Podem fazer carautonhas
Com essas caras de pamonhas.

Deixe correr o marfim
Lá d´essa estrada sem fim
Porque é que se põe assim?
Com geitos de galopim?

Longe vá o urubu
Que anda agourando a estrada de Itú
Quando fala, parece-me um perú
Que quando canta, faz grú,grú,grú!




* Publicado no Jornal CORREIO PAULISTANO

domingo, 28 de junho de 2015

Casarão é retratado por participantes da "Oficina do Patrimônio"

Neste sábado, dia 27 de junho de 2015 foi realizado, no Casarão Pau Preto, o primeiro dia de trabalhos da Oficina do Patrimônio organizada pela Fundação Pró-Memória de Indaiatuba em parceria com a Unicamp denominada "Educação, Patrimônio e Meio Ambiente" ministrada pelo Professor Doutorando André Graziano da Faculdade de Educação da Unicamp.

O objetivo desta oficina é apresentar conceitos básicos e históricos sobre o nascimento dos jardins e do paisagismo, com ênfase especial em sua formação, evolução formal e características, visando aplicações educacionais no ensino fundamental e médio. Para começar a cumprir este objetivo teórico, na manhã de hoje o professor Graziano começou a discorrer sobre a história de grandes jardins, desde o Éden bíblico, até os jardins de Burle Marx, passando por todos os jardins de destaque de grandes civilizações, inclusive as pré-colombinas, destacando estilos e profissionais considerados relevantes.

Em seguida, os participantes da oficina partiram para uma atividade prática no páteo no Casarão Pau Preto. O desafio era que cada participante gerasse um registro do local, a partir de uma planta, utilizando todos os seus sentidos possíveis. O objetivo era iniciar a percepção que cada um têm daquele local para buscar dar abertura à discussão de aspectos urbanísticos que permitam uma compreensão dos conceitos de espaço e paisagens urbanos. 

Pela qualidade dos registros gerados pelos participantes, tem-se a noção do quanto a sensibilidade de cada um foi aflorada pela condução da aula do professor, como também, pela exposição espontânea do talento e habilidades da grande maioria. Veja!
















































A oficina terá outras aulas práticas: no Jardim Botânico Plantarum em Nova Odessa, nos Parques Urbanos e Pinacoteca em São Paulo e no Parque Ecológico de Indaiatuba.

Participando de todas as atividades, os alunos, grande parte deles arquitetos e estudantes de arquitetura da CEUNSP, estarão capacitados para utilizar definições relativas ao espaço urbano, a paisagem e aos espaços livres de edificação, além de tópicos da história do paisagismo nacional e internacional até a contemporaneidade. A Oficina dará ainda, como parte do conteúdo, foco nos jardins botânicos como mantenedores de patrimônio sociocultural e de biodiversidade da humanidade.


segunda-feira, 22 de junho de 2015

Propagandas - Décadas de 1950-60

FOLHA DE INDAIÁ DE 04/01/1953



FOLHA DE INDAIÁ DE 18/10/1953



FOLHA DE INDAIÁ DE 18/10/1953



TRIBUNA DE INDAIÁ  16/07/1961



TRIBUNA DE INDAIÁ 06/08/1961



TRIBUNA DE INDAIÁ 06/08/1961



TRIBUNA DE INDAIÁ 06/08/1961



TRIBUNA DE INDAIÁ 15/10/1961



TRIBUNA DE INDAIÁ 06/08/1961


TRIBUNA DE INDAIÁ 03/12/1961



TRIBUNA DE INDAIÁ 03/12/1961


TRIBUNA DE INDAIÁ 17/12/1961



TRIBUNA DE INDAIÁ 17/12/1961



TRIBUNA DE INDAIÁ 17/12/1961



TRIBUNA DE INDAIÁ 24/12/1961


TRIBUNA DE INDAIÁ 11/01/1962



                                                   TRIBUNA DE INDAIÁ 11/01/1962




TRIBUNA DE INDAIÁ 11/01/1962



 TRIBUNA DE INDAIÁ 07/01/1962



TRIBUNA DE INDAIÁ 11/01/1962



TRIBUNA DE INDAIÁ 11/01/1962



TRIBUNA DE INDAIÁ 11/01/1962




TRIBUNA DE INDAIÁ 21/01/1962






TRIBUNA DE INDAIÁ 17/04/1963


(continua)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS MAIS PROCURADAS - Última semana

Entre em contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

.

Indaiatuba - A cidade que tinha um urubu de estimação

Indaiatuba - A cidade que tinha um urubu de estimação
Ave silvestre foi domesticada e atualmente voa livremente pela cidade, pousando em logradouros públicos, tornando-se conhecida e querida pelos indaiatubanos. Ajude a preservar!

SEGUIDORES

Quantas pessoas precisam receber um órgão doado?

VISITANTES NO ÚLTIMO ANO