BEM-VINDO AO BLOG DE ELIANA BELO
Arquivo virtual de História, Memória e Patrimônio de Indaiatuba (SP) e região.*

Este blog só é viável com o auxílio de vários colaboradores; seja um também, divulgando seu (s) texto (s) ou imagem (ns).

CITE A FONTE ao fazer uso de textos ou imagens publicados neste blog; grande parte do material foi cedido generosamente por colaboradores.

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

ATRAVÉS DE UMA BIOGRAFIA, A HISTÓRIA DE INDAIATUBA


                                                                                                        J. R. Guedes de Oliveira


          A monumental obra “História de Indaiatuba – na Perspectiva Biográfica de Antonio Reginaldo Geiss”, organizada pela historiadora e pesquisadora Eliana Belo Silva¸ chega, pois, com toda força de um livro que marca época.

          A palavra e o significado “monumental”¸ que aqui emprego, explica perfeitamente o conteúdo que abrange a própria vida de Indaiatuba, bem como o volume do título, em 456 páginas. Extraordinária produção que, certamente, consumiu horas, dias e meses da metódica organizadora.

           Quando, tempos atrás, conversei com o Geiss, havia ele me dito que seria uma biografia e estava a recolher fragmentos de sua folha-corrida de tantas iniciativas aqui em Indaiatuba. Sabia do esforço hercúleo da Eliana, pois que o Geiss sempre aparecia com mais algum detalhe que achava importante inserir na obra.

            Contudo, observando que a edição não surgia, disse a ele que o livro precisava de um ponto final, pois que a nossa memória sempre nos dá o recado de algo que ficou no subconsciente e aflorou num instante qualquer. Se buscando novos fato e novas reflexões, teria, ele, uma infinidade de coisas mais para a obra. O volume que já era grosso, passaria a ser desdobrado em outro volume, digamos I, II, III, IV........

            Parece-me que deu resultado, em vista de ser uma obra não “in memoriam”, mas vivamente produzida e autografada pela figura central do próprio Geiss, o que ocorreu, em solene lançamento no Indaiatuba Clube, no dia 17 de abril passado.

            Não há a menor dúvida de que este livro servirá, também, como fonte de consulta da história de Indaiatuba que, evidentemente, ainda paira dúvidas e obscuridades. A  família Tancler, que tantas contribuições deu à cidade, soma-se a mais esta, refúgio amável e acolhedor, a todos os que desejam conhecer melhor o que foi e o que é Indaiatuba.

            Pela “noite de autógrafos”, que rasgou a noite adentro, o livro está tendo uma enorme acolhida e, por efeito do seu conteúdo histórico e revelador, uma nova concepção de ver e sentir a cidade na sua plenitude. Tanto isso é verdade que na introdução a própria organizadora, Eliana Belo Silva, assim diz:

            Este livro era para ser uma biografia. Conforme foi sendo escrito, revelou-se uma a biografia de um personagem excepcional, na medida em que a cada momento, um fato singular remetia ao coletivo. Passou a ser, então, uma biografia representativa, que sintetiza várias outras vidas ao mesmo tempo: a vida de Indaiatuba e de sua gente onde, com certeza, em algum momento, você irá se reconhecer como parte do enredo”.

          Disse-me, certeza vez, um amigo pesquisador, que um trabalho que se sustenta em fatos pretéritos e está embasado em realidades incontestáveis, se determina a sua grandeza pela bibliografia que o seu autor ou organizador buscou as suas fontes de pesquisa. Está aí a grandeza do livro, em termos da composição histórica da cidade e do seu grosso volume de acolhedoras páginas para o gosto de todos e para a predileção da comunidade que fazemos parte, com muito orgulho.

           O livro deve ficar na cabeceira da cama, no sofá, na sala, na cozinha, no abrigo, na rede e na biblioteca – em todos os lugares em aberto – para que possamos saborear as delícias contadas por esta grande capacidade indaiatubana, que se chama Antonio Reginaldo Geiss e capitaneada pela excelência da organizadora Eliana Belo Silva, que contou, também, com uma plêiade de entusiastas, entre os quais Antonio da Cunha Penna, Marcos Kimura, José Luiz Sigrist e Sônia Maria Fonseca.

             Parabéns, por nos dar um relato vultuoso, fantástico e importante sobre a nossa querida “Terra dos Indaiás”.
           

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS MAIS VISITADAS NA ÚLTIMA SEMANA

PESQUISAR NESTE BLOG

História do Hino de Indaiatuba

https://www.youtube.com/watch?v=tauWwWrYipc

Entre em contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

VISITANTES NO ÚLTIMO ANO

Indaiatuba - A cidade que tinha um urubu de estimação

Indaiatuba - A cidade que tinha um urubu de estimação
Ave silvestre foi domesticada e atualmente voa livremente pela cidade, pousando em logradouros públicos, tornando-se conhecida e querida pelos indaiatubanos. Ajude a preservar!

SEGUIDORES