BEM-VINDO AO BLOG DE ELIANA BELO
Arquivo virtual de História, Memória e Patrimônio de Indaiatuba (SP) e região.*

Este blog só é viável com o auxílio de vários colaboradores; seja um também, divulgando seu (s) texto (s) ou imagem (ns).

CITE A FONTE ao fazer uso de textos ou imagens publicados neste blog; grande parte do material foi cedido generosamente por colaboradores.

domingo, 27 de abril de 2014

Restaurado o nosso Casarão!

HOJE
http://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/jornal-da-eptv/videos/t/edicoes/v/apos-1-ano-fechado-por-obras-predio-historico-de-indaiatuba-sp-e-reaberto/3306702/



ANTES, NO ANO PASSADO:
http://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/jornal-regional/videos/t/edicoes/v/casarao-construido-no-inicio-do-seculo-xix-em-indaiatuba-corre-risco-de-desabamento/2515736/

terça-feira, 15 de abril de 2014

Reabertura do Casarão Pau Preto

Fundação Pró-Memória definiu as atividades de reabertura do Casarão Pau Preto.
 
O evento está marcado para o próximo dia 27, às 9h, com uma benção dada pelo padre Marcelo Donizetti Previatelli, da Paróquia Nossa Senhora da Candelária. Após haverá sessão solene com autoridades, homenagens e apresentação do restauro do prédio histórico. Posteriormente haverá apresentação da Corporação Musical Villa Lobos, com um repertório de músicas nacionais. “Nesse momento, estarão distribuídos pelo ambiente do complexo histórico barracas de alimentação com intuito de arrecadar renda para entidades assistenciais”, comenta o superintendente da Fundação, Carlos Gustavo Nóbrega de Jesus.

Também haverá três exposições: A vida do compositor Nabor Pires de Camargo, 20 anos da Fundação Pró-Memória de Indaiatuba: Restauro do Casarão Pau Preto e Inspiração do Barroco Mineiro da AMAP (Associação Marianense de Artistas Plásticos). “Ressaltamos a relevância, pois a exposição da AMAP que vem da cidade de Mariana, Minas Gerais, é uma oportunidade única de se conhecer o que é melhor da arte barroca brasileira, pois tal região foi o berço de tal estilo artístico revelado por Aleijadinho e que fez o Brasil ficar conhecido artisticamente no mundo a partir do século XVIII”, comemora.

EXPOSIÇÃO BARROCO MINEIRO

A exposição contará com participação de 25 artistas plásticos. “Graças a parceria entre Fundação Pró-Memória, AMAP e Prefeitura Municipal de Mariana essas obras estarão Casarão, situação inédita na cidade. Poucas cidades do Brasil tem a oportunidade que Indaiatuba terá de apreciar a exposição que roda o mundo capitaneada pelo Presidente da AMAP Edney do Carmo”, revela.

Segundo Gustavo, Mariana, é celeiro de pintores e escultores desde o século XVIII e o guarda o legado cultural que respira nos atelieres existentes na cidade de forma fiel aquilo que faz de seu patrimônio um traço vivo da cultura brasileira. Das primeiras obras de arte realizadas ainda no primitivo Arraial do Carmo até a contemporaneidade, a ciência e a técnica caminharam juntas através do tempo, guiadas pelas mãos de artesãos, mestres de ofício, artistas e seus aprendizes. “O fazer significa, pois, mais que produzir. É também ensinar e perpetuar. Criar não apenas a obra, mas também criar artistas para o tempo num sentido contínuo que leve para o futuro o que herdamos de nosso passado”, acredita.

A Associação Marianense dos Artistas Plásticos – AMAP reúne um grupo de herdeiros da ciência e da técnica de se produzir arte. A variada produção da AMAP expressa, para além de uma reinterpretação do passado colonial mineiro, um cenário contemporâneo de contínua busca e construção de uma identidade brasileira, nacional, dotada de todas as semelhanças e diferenças que constituem a diversidade de nossa cultura.

Com o mesmo afinco com o qual desbravadores bandeirantes se lançavam aos caminhos das minas na busca do ouro, a AMAP se entrega aos caminhos do mundo para levar um legado cultural que nos foi dedicado pela história. Para mostrar que a técnica e a ciência ainda vivem através das mãos de nossos artistas plásticos despertando um prazer que só a arte pode proporcionar aos sentidos humanos. “Nesse sentido, A AMAP acolheu o convite feito pela Fundação Pró-Memória de Indaiatuba/SP para realização da exposição de Inauguração de Restauro do Casarão Pau Preto, e além disso proporcionará, gratuitamente na primeira semana de reabertura do Casarão oficinas de arte, para estudantes, professores e público em geral”, revela.

O nome do evento integrado a exposição é "Atelier Itinerante Da Amap", onde a Associação Marianense dos Artistas Plásticos, cumprindo sua finalidade de promoção cultural e estimulo à prática dos artistas plásticos, traz os atelieres dos membros associados para eventos de porte variado, propondo uma política pública de interação com os visitantes, inclusive turistas, promovendo exposições dos trabalhos em desenvolvimento, bate-papos, palestras sobre seus trabalhos e oficinas. “Será uma grande festa que durará uma semana e que terá o intuito não somente de festejar a nova fase do Casarão, mas sim uma política de conscientização de preservação do patrimônio histórico, da importância da cultura e da memória empregada pela Fundação Pró-Memória e a Prefeitura Municipal de Indaiatuba”, finaliza.

terça-feira, 1 de abril de 2014

PARANAENSES EM INDAIATUBA: A TERRITORIALIDADE SOB SENTENÇA

 

Leia o texto "PARANAENSES EM INDAIATUBA: A TERRITORIALIDADE SOB SENTENÇA" de Walter de Assis Alves clicando aqui.
 
O texto foi apresentado no XXVII Simpósio Nacional de História - Conhecimento Histórico e Diálogo Social em Natal, Rio Grande do Norte em junho de 2013.
 
 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS MAIS PROCURADAS - Última semana

Entre em contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

.

Indaiatuba - A cidade que tinha um urubu de estimação

Indaiatuba - A cidade que tinha um urubu de estimação
Ave silvestre foi domesticada e atualmente voa livremente pela cidade, pousando em logradouros públicos, tornando-se conhecida e querida pelos indaiatubanos. Ajude a preservar!

SEGUIDORES

Quantas pessoas precisam receber um órgão doado?

VISITANTES NO ÚLTIMO ANO