BEM-VINDO AO BLOG DE ELIANA BELO
Arquivo virtual de História, Memória e Patrimônio de Indaiatuba (SP) e região.*

Este blog só é viável com o auxílio de vários colaboradores; seja um também, divulgando seu (s) texto (s) ou imagem (ns).

CITE A FONTE ao fazer uso de textos ou imagens publicados neste blog; grande parte do material foi cedido generosamente por colaboradores.

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Supertuba e a Semana da Pátria - 1978 - Questões e Pistas

Um dos trabalhos do historiador é decifrar pistas através de fontes primárias, que podem ser diversas. Esse trabalho quase sempre é subjetivo, uma vez que, inserido no meio em que estuda, ele possui vários pressupostos pessoais que em maior ou menor grau farão interferências em suas análises e conclusões.

Tomemos como exemplo o documento abaixo, cedido pelo Gustavo "Bilim". Trata-se de uma folha distribuída em 1978 para os estudantes de Indaiatuba (pela fonte, não sabemos se foi para outra cidade também e para afirmar isso, o historiador teria que optar por estender sua pesquisa em outras fontes), com o objetivo de padronizar redações com o tema "Acima de tudo, brasileiro".


(clique para ampliar)


Com base na leitura há informações que não se questionam, como por exemplo:

- O patrocínio do concurso foi feito pelo Supertuba, uma rede de supermercados de Indaiatuba e região;
- O concurso foi feito nas escolas estaduais, em parceria com o Departamento de Educação, Cultura, Esportes e Turismo da Prefeitura de Indaiatuba;
- Existia, na época, a disciplina de Educação Moral e Cívica;
- O concurso foi feito em alusão do dia 07 de setembro;
- Prêmios estavam previstos, inclusive seriam entregues no Tubão, restaurante que pertencia a rede Supertuba;
- Havia prazo para participação.

Outras informações já são decorrentes da análise do historiador, que podem ser mais ou menos profundas, de acordo com seus já citados pressupostos:

- A  estrutura organizacional da prefeitura de Indaiatuba era pouco complexa, uma vez que a Educação, Cultura, Esportes e Turismo pertenciam à um único Departamento;
- Isso pode levar a conclusão que era uma cidade pequena, ou com pouca arrecadação, ou ainda com pouca complexidade de gestão;
- Há uma forte influência do regime militar; o encarte possui as cores da bandeira nacional e o título pode ser relacionado à bordões feitos na época, exageradamente ufânicos como, por exemplo, o "Ame-o ou Deixe-o";
- Prefeitura e Supertuba tinham uma parceria;
- O curso de Educação Moral e Cívica, criado pela ditadura militar, servia para propagar o ideal nacionalista presente, inclusive, em todas as suas propagandas;
- A prefeitura, o Supertuba e as escolas estaduais aceitavam a ideologia dos militares e propagavam-na, através de concursos que ofereciam prêmios.


Essas poucas conclusões citadas como exemplo são feitas com base em conhecimentos que o historiador possui e que consideram relevantes (os tais pressupostos). Outros historiadores poderiam fazer a análise de forma diferente e até discordar dessas, dando, em maior ou menor grau, opiniões mais subjetivas ainda.

Para você refletir:

1) Conseguem, os historiadores, terem a Verdade total em um texto produzido?

2) Podem,  textos diferentes de outro historiador sobre o mesmo assunto e com base na mesma fonte, ser considerado mais "Verdadeiro" do que outro?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS MAIS PROCURADAS - Última semana

Entre em contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

.

Indaiatuba - A cidade que tinha um urubu de estimação

Indaiatuba - A cidade que tinha um urubu de estimação
Ave silvestre foi domesticada e atualmente voa livremente pela cidade, pousando em logradouros públicos, tornando-se conhecida e querida pelos indaiatubanos. Ajude a preservar!

SEGUIDORES