BEM-VINDO AO BLOG DE ELIANA BELO
Arquivo virtual de História, Memória e Patrimônio de Indaiatuba (SP) e região.*

Este blog só é viável com o auxílio de vários colaboradores; seja um também, divulgando seu (s) texto (s) ou imagem (ns).

CITE A FONTE ao fazer uso de textos ou imagens publicados neste blog; grande parte do material foi cedido generosamente por colaboradores.

terça-feira, 31 de maio de 2016

Exposição no Casarão: "Porta, Porteira, Portão: modos de ‘falarrr’ e costumes do ‘interiorrr’”.

O Museu Casarão Pau Preto está sediando a exposição "Porta, Porteira, Portão: modos de ‘falarrr’ e costumes do ‘interiorrr’”. 

Com curadoria do museólogo Rodrigo Luiz dos Santos e da historiadora Renata Gava, a mostra chega à cidade por meio da parceria entre o Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP) e Associação Cultural de Apoio ao Museu Casa de Portinari (ACAM Portinari), instituições ligadas à Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, e a Fundação Pró-Memória de Indaiatuba. 



O objetivo é disseminar o conhecimento sobre a verdadeira identidade e o repertório caipira, valorizando a tradição local e preservando a memória cultural. A expografia foi concebida fazendo uma alusão a estruturas de portas, portões e porteiras de madeira rústica como suportes expositivos. Será utilizado artesanato local, gaiolas, símbolos referenciais do interior paulista, todavia, com uma leitura contemporânea.
A proposta da interação com o público é possibilitar a rememoração afetiva e evidenciar peculiaridades da identidade interiorana por meio de seu modo de falar, costumes, música, artes, culinária e religiosidade, tão presentes nas lembranças e no cotidiano. A itinerância mostra o caipira como sinônimo de um modo de vida que tem como base a subsistência, simplicidade e caráter de solidariedade entre os demais. No espaço expositivo também estão previstas músicas caipiras e sonorização ambiente para a extroversão artística de cada visitante. Para os curadores, a mostra atende ao anseio de fortalecer o espaço que a recebe e foi pensada de uma forma interativa em que, além dos painéis e objetos fixos da exposição, o Museu possa compor com objetos de seu acervo que remeta à temática da mostra.
Com entrada gratuita, a montagem fica em cartaz até 3 de julho, de segunda a sábado das 9h às 17h, domingo 13h às 17h. 
O Museu Casarão Pau Preto fica na Rua Pedro Gonçalves, 477. 
Outras informações pelo telefone (19) 3875-8383
Sistema Estadual de Museus
O Sistema Estadual de Museus (Sisem-SP) congrega e articula os museus do Estado de São Paulo com o objetivo de promover a qualificação e o fortalecimento institucional em favor da preservação, pesquisa e difusão do acervo museológico paulista. Em mapeamento realizado em 2010, foram listadas 415 instituições museológicas, públicas e privadas, em 190 municípios paulistas. O Sisem-SP se estrutura em torno das premissas de parceria e responsabilidade compartilhada, em que as ações previstas para cada região são concebidas levando-se em conta o contexto, as demandas e as potencialidades locais. É coordenado pela Unidade de Preservação do Patrimônio Museológico da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo (UPPM/SEC), tendo como instância organizacional o Grupo Técnico de Coordenação do Sistema Estadual de Museus (GTC Sisem-SP). Para saber mais, acesse www.sisemsp.org.br.
ACAM Portinari
Fundada em 27 de novembro de 1996, a ACAM Portinari (Associação Cultural de Apoio ao Museu Casa de Portinari) administra, em parceria com a Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, três instituições museológicas no interior pertencentes ao Governo do Estado: Museu Casa de Portinari (Brodowski), Museu Histórico e Pedagógico Índia Vanuíre (Tupã) e Museu Felícia Leirner/Auditório Claudio Santoro (Campos do Jordão). A ACAM, que tem sua sede em Brodowski, tem como principal objetivo o desenvolvimento da área cultural, particularmente a museológica, por meio das colaborações técnico-operacional e financeira. A instituição também apoia as ações do Sisem-SP (Sistema Estadual de Museus), com quem realiza importantes iniciativas como oficinas de capacitação para museus, oficina de ensino à distância e, ainda, o Encontro Paulista de Museus, entre outras.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS MAIS PROCURADAS - Última semana

Entre em contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

.

Indaiatuba - A cidade que tinha um urubu de estimação

Indaiatuba - A cidade que tinha um urubu de estimação
Ave silvestre foi domesticada e atualmente voa livremente pela cidade, pousando em logradouros públicos, tornando-se conhecida e querida pelos indaiatubanos. Ajude a preservar!

SEGUIDORES