BEM-VINDO AO BLOG DE ELIANA BELO
Arquivo virtual de História, Memória e Patrimônio de Indaiatuba (SP) e região.*

Este blog só é viável com o auxílio de vários colaboradores; seja um também, divulgando seu (s) texto (s) ou imagem (ns).

CITE A FONTE ao fazer uso de textos ou imagens publicados neste blog; grande parte do material foi cedido generosamente por colaboradores.

quinta-feira, 10 de março de 2011

A Praça dos meus Encantos

texto de Amires Candello de Oliveira*


Gosto de passar os olhos por essa cidade plana, de ruas e calçadas largas, com muito verde, cheia de sol, alegria e gente bonita.

Tomo consciência de seu progresso, com as indústrias e comércio. Mas prefiro passear no meu olhar por seus encantos: O Cristo, o prédio azul e branco do Hospital, a estação de trens, o Casarão, a calma Igreja Matriz, o velho chafariz e também as suas praças. Mas, quando esse olhar passa pela Praça Rui Barbosa, ele teima em voltar no tempo, para vê-la com o olhar de minha meninice.

Com era linda essa Praça Rui Barbosa! Toda ladeada por majestosos fícus, ávores frondosas, cujos frutinhos ao caírem, deixavam um tapete confeitado de bolinhas, espesso e macio.

Crianças brincavam despreocupadas. Meninos com figurinhas, bolinhas de gude e um pega-pega sem fim. Meninas comportadas contavam estórias, brincavam de ciranda ou passa-anel.

Era tranqüila essa praça... Ciprestes e manacás davam-lhe um toque romântico e perfumado. Bancos de pedra se espalhavam por todo o lugar e neles jovens e namorados se encontravam.

Ao entardecer, amigos e compadres se sentavam num bate-papo gostoso e relaxante, pois com certeza, essas prosas nada tinham à ver com violências, seqüestros e corrupção.

Era apenas a hora de espairecer.

Mas, o tempo foi passando, e com ele, o abandono chegou.

Ali vieram os circos, parques de diversão, quermesses e Festa das Nações... E a praça foi se acabando, as árvores envelhecendo, o chão com terra batida e só o cheiro da poeira no ar.

Assim morreu aquela praça, com suas árvores, arrancadas pela raiz. Outras árvores foram plantadas, novos canteiros foram feitos, crianças voltaram nela a brincar, mesmo que seja num cercado da escolinha; e o comércio ali se instalou. Tudo mudou....

O meu olhar, já não vê nessa praça, o mesmo encanto e poesia dos meus tempos de criança.

.....oooooOooooo.....

Praça Rui Barbosa no final da década de 1960.
 
 
* Originalmente publicado no livro "Um Olhar sobre Indaiatuba" (1) - 2006

Um comentário:

  1. Eu adorava brincar ali quando era criança. Sou da turma que "inaugurou" a segunda sala de aula da pracinha... :)
    Belo texto, trouxe saudades.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS MAIS PROCURADAS - Última semana

Entre em contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

.

VISITANTES NO ÚLTIMO ANO

Indaiatuba - A cidade que tinha um urubu de estimação

Indaiatuba - A cidade que tinha um urubu de estimação
Ave silvestre foi domesticada e atualmente voa livremente pela cidade, pousando em logradouros públicos, tornando-se conhecida e querida pelos indaiatubanos. Ajude a preservar!

SEGUIDORES