BEM-VINDO AO BLOG DE ELIANA BELO
Arquivo virtual de História, Memória e Patrimônio de Indaiatuba (SP) e região.*

Este blog só é viável com o auxílio de vários colaboradores; seja um também, divulgando seu (s) texto (s) ou imagem (ns).

CITE A FONTE ao fazer uso de textos ou imagens publicados neste blog; grande parte do material foi cedido generosamente por colaboradores.

terça-feira, 24 de maio de 2011

Planta da Igreja Matriz da Freguesia de Indaiatuba - década de 1830

O catolicismo era a religião oficial do Império do Brasil, isto fazia com que construção de igrejas, vencimentos do clero – a côngrua –, entre outros, fossem assuntos a serem tratados pelo Poder Legislativo, tanto no âmbito nacional, como no provincial.


Um conjunto de documentos encaminhado ao Legislativo Paulista pela Câmara Municipal de Itu, em 12 de Janeiro de 1839, acompanhava a solicitação de recursos para a conclusão da Igreja Matriz da então Freguesia de Indaiatuba.

Uma planta e uma representação do Vigário Encomendado de Indaiatuba, Pedro Dias Paes Leme, datada de 17 de Novembro de 1838, embasavam o pedido de recursos da ordem de seis contos de réis para a construção do corpo da Igreja, cujo altar-mor já se encontrava concluído.

Aqui reproduzimos a planta da igreja Matriz de Indaiatuba.

(clique para ampliar)



Colaborou: Osvaldo Augusto Crocco

Fonte: Arquivo da Assembléia Legislativa de São Paulo

Um comentário:

  1. http://www.al.sp.gov.br/repositorioAcervo/Acervo/Alesp/Imperio/Falp_393/EE39_009.pdf

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS MAIS PROCURADAS - Última semana

Entre em contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

.

Indaiatuba - A cidade que tinha um urubu de estimação

Indaiatuba - A cidade que tinha um urubu de estimação
Ave silvestre foi domesticada e atualmente voa livremente pela cidade, pousando em logradouros públicos, tornando-se conhecida e querida pelos indaiatubanos. Ajude a preservar!

SEGUIDORES

Quantas pessoas precisam receber um órgão doado?

VISITANTES NO ÚLTIMO ANO