BEM-VINDO AO BLOG DE ELIANA BELO
Arquivo virtual de História, Memória e Patrimônio de Indaiatuba (SP) e região.*

Este blog só é viável com o auxílio de vários colaboradores; seja um também, divulgando seu (s) texto (s) ou imagem (ns).

CITE A FONTE ao fazer uso de textos ou imagens publicados neste blog; grande parte do material foi cedido generosamente por colaboradores.

segunda-feira, 29 de abril de 2013

FLAUTISTA PIRACICABANO VENCE 12ª EDIÇÃO DO PRÊMIO NABOR PIRES


Grande final aconteceu na última sexta-feira (26)

O flautista Leandro Cândido de Oliveira de Piracicaba conquistou os jurados se classificando como o primeiro colocado do 12º Prêmio Nabor Pires Camargo, realizado pela Prefeitura de Indaiatuba por meio da Fundação Pró-Memória. A audição pública aconteceu quinta e sexta-feira, dias 25 e 26, no Instituto Deco20, e contou com a presença de autoridades e apreciadores do clássico chorinho brasileiro.

O músico demonstrou muito talento na flauta transversal tocando “A galope”, de Altamiro Carrilho, e “Moema”, do compositor indaiatubano Nabor Pires Camargo, na companhia de Jussan Cuxnei, no clarone, Marcus Godóy, no violão e Lucas Silva, no pandeiro. Oliveira estudou música em projetos sociais de sua cidade natal e posteriormente no Conservatório Dramático e Musical de Tatuí. Venceu por dois anos consecutivos (2009 e 2010) o Concurso Nacional de Jovens Flautistas e vem atuando em variadas vertentes da música instrumental no Brasil.

O segundo colocado foi o bandolinista curitibano Daniel Migliavacca, que, na companhia de Glauco Sölter mostrou destreza tocando “O vôo da mosca”, de Jacob do Bandolim, e “Venenoso”, de Nabor Pires Camargo. Também no bandolim, Tiago Augusto Silva dos Santos, natural de Ribeirão Preto (SP), ficou na terceira colocação. Com os músicos acompanhantes Valdecir Belíssimo (violão de 7 cordas) e Marcos Paulo (violão) tocou “Feia”, de Jacob do Bandolin, e “Chorando as Mágoas”, do patrono do prêmio. O cavaquinista Pablo Dias, de Belo Horizonte (MG) e o bandolinista Wellington Guimarães Gama, de Uberlândia (MG), ficaram com a quarta e quinta colocação, respectivamente. A premiação da 12ª edição do Prêmio Nabor Pires Camargo foi a seguinte: R$8 mil para o primeiro colocado; R$6 mil para o segundo; R$ 5 mil para o terceiro, R$4 mil para o quarto e R$ 2 mil para o quinto colocado.

O show de encerramento ficou por conta do pianista Hercules Gomes, vencedor da última edição do prêmio, que aproveitou a oportunidade para relatar que a conquista da primeira colocação no 11º Prêmio Nabor Pires Camargo o impulsionou a iniciar novos projetos para sua carreira.  Natural de Vitória (ES), Gomes lançará ainda este ano seu primeiro disco solo intitulado “Pianismo”.



Foto: Eliandro Figueira ACS/PMI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS MAIS PROCURADAS - Última semana

Entre em contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

.

Indaiatuba - A cidade que tinha um urubu de estimação

Indaiatuba - A cidade que tinha um urubu de estimação
Ave silvestre foi domesticada e atualmente voa livremente pela cidade, pousando em logradouros públicos, tornando-se conhecida e querida pelos indaiatubanos. Ajude a preservar!

SEGUIDORES

Quantas pessoas precisam receber um órgão doado?

VISITANTES NO ÚLTIMO ANO