BEM-VINDO AO BLOG DE ELIANA BELO
Arquivo virtual de História, Memória e Patrimônio de Indaiatuba (SP) e região.*

Este blog só é viável com o auxílio de vários colaboradores; seja um também, divulgando seu (s) texto (s) ou imagem (ns).

CITE A FONTE ao fazer uso de textos ou imagens publicados neste blog; grande parte do material foi cedido generosamente por colaboradores.

quarta-feira, 8 de abril de 2015

O Futebol "Association" da Indaiatuba Antiga

texto de Ejotaele
(Ejotaele escreve sobre o início do século XX)



Crime de lesa-recordação seria, a nosso ver, se não espremêssemos no fruto da vida o sumo gostoso e amargo que é a saudade e esquecêssemos o futebol, o velho futebol, que naquele tempo, como ainda o é em nossos dias, constituía patrimônio respeitável da mocidade.

Não havia pé de meia ou bexiga de boi que chegasse aos "pés curados" daquele tempo. Quando apareceu a primeira bola de couro, foi tanta a emoção que arrastou a gurizada a jogar vinte jogadores de cada lado... Jogava-se, é verdade, mas o que valia mais era sempre uma "marretada" com bola ou sem bola. Os maiores "pés curados" eram o Bastiãzinho e o Leobaldo da Nhá Nita Roque.

Muitos ignoram, poucos saberão, que Indaiatuba deu, no passado, quando em São Paulo começava-se a ensaiar os primeiros passos na prática do "association" (1), valores que ganharam fama.

Rememorando-se muitos já falecidos, vamos encontrar, entre os mais destacados, os nomes aureolados de Jacó Groff, o craque da época; Júlio Lisoni, que foi notável pelos seus dribles; o atlético zagueiro João Pedro; Júlio Minioli, goleiro famoso; célebre Zé da Feliciana; os irmãos Estelino, Ociamo e José Minioli; o temperamental Marcelo Filetti; Alfredo Groff, Daniel Lira, João e Rafaele Bonito, Chico Meia Lua, Zuzuca, Ferrício Seravelli, Pedro Sargentelli, Cesar Beccari, Afonso Tanclér e outros.

O clube era o antigo "Primavera Futebol Clube" fundado em 1909 ou 1910 e se não enganamos o seu campo era o atual Largo das Caneleiras.

Pouco tempo de vida teve o antigo Primavera, pois em 1914 já não havia mais futebol em Indaiatuba por falta de recursos para sua manutenção.

Passaram-se alguns anos, até que aí pelo ano de 1918 maios ou menos, surgia o "Indaiatubano F.C.", fundado por uma plêiade de moços entusiastas, entre os quais o modesto responsável por estas notas [Eutemiro José Lisoni, acrescentado por Eliana Belo Silva], Júlio Minioli, Angelo Brandi, Elpídio Gazignatto, José Teixeira de Camargo, Benedito Taborda, Nuto Guimarães, Arlindo Pires de Camargo e outros.

De 1920 a 1924 o Indaiatubano F.C. que na gíria esportiva tomava o nome de "Bitola Larga" teve existência fautosa, graças à seus dirigentes, tendo como elemento exponencial o grande amigo de Indaiatuba que foi José Svittaro. Neste clube, entre outros, militavam os seguintes jogadores que os esportistas da velha guarda hão de se lembrar:


  • Luizinho Leite,
  • Joãzinho Taborda,
  • Atílio Minioli,
  • Moreno,
  • Stein,
  • Alfio Bertolotti,
  • Miro,
  • Leló,
  • Pettená,
  • Angelo Bruni,
  • Braz,
  • Alcídio,
  • Eugênio,
  • Martelo,
  • Benjamin,
  • Irmãos Ramos,
  • Ricieri Delboni,
  • Bastiãozinho,
  • Leobaldo,
  • Pituta,
  • Cirino e,
  • Elídio Mosca.
Do "Indaiatubano" saíram elementos renomados como Nunes, Hugo, Dinho e Bonito que, mais tarde, haviam de encher de glória o nome esportivo de Indaiatuba. 

Em virtude da cisão ocorrida no seio deste clube surgia depois o Corinthians F.C., em consequencia do que aconteceu forte rivalidade que levou Indaiatuba a ter dois partidos políticos.

Depois de 1930 veio a fusão dos dois clubes, fazendo-se então o congraçamento esportivo, reestabelecendo-se, então, a denominação E.C. Primavera, em abono de suas tradições agremiações bem fundadas, que teve sua fase culminante nos anos de 1933 a 1937, quatriênio em que se revelou um dos melhores quadros de futebol do interior paulista, graças à tenacidade de um grupo de esportistas entusiastas, como foram Odilon Ferreira do Amaral e o saudoso Hugo Lisoni, dois grandes propagadores do futebol local, Jorge e Sebastião Nicolau, Oscar Fahl, Titi Tomasi e Odilon Cordeiro, de saudosa memória, que muito deram de seu esforço; Eduardo Steffen, Cristiano Steffen, João Escodro, Júlio Escodro, Ido Martini, Gentil Lopes, Porfírio Pimentel, Eduardo Leite, Paulo Von Ah, e o modesto autor deste relato [Eutemiro José Lisoni, nota de Eliana Belo Silva].

Deixou sem dúvida, um marco indelével noas anais esportivos de Indaiatuba aquele notável esquadrão no qual foram verdadeiros azes do futebol como: Sarain, Zé Grilo, Dinho, Chico, Mônaco, Canhoto, Silvio, Olívio, Batista, Soares, Camarão, Nico, Ministrinho, Rei, Luizinho, Athos, Paulo, Bonito e tantos outros.




.....oooooOooooo.....

Largo das Caneleiras, onde, por muito tempo, foi campo de futebol "lá longe".





(1) Football Association (FA) é a entidade que controla o futebol na Inglaterra. Foi criada em 1863 e é a mais antiga associação de futebol do mundo. Equivale à CBF - Confederação Brasileira de Futebol. É provável que o autor do texto tenha usado o termo para referir-se aos primeiros times de nossa cidade "oficialmente" associados, ou seja, organizados "oficialmente".


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS MAIS PROCURADAS - Última semana

Entre em contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

.

VISITANTES NO ÚLTIMO ANO

Indaiatuba - A cidade que tinha um urubu de estimação

Indaiatuba - A cidade que tinha um urubu de estimação
Ave silvestre foi domesticada e atualmente voa livremente pela cidade, pousando em logradouros públicos, tornando-se conhecida e querida pelos indaiatubanos. Ajude a preservar!

SEGUIDORES