BEM-VINDO AO BLOG DE ELIANA BELO
Arquivo virtual de História, Memória e Patrimônio de Indaiatuba (SP) e região.*

Este blog só é viável com o auxílio de vários colaboradores; seja um também, divulgando seu (s) texto (s) ou imagem (ns).

CITE A FONTE ao fazer uso de textos ou imagens publicados neste blog; grande parte do material foi cedido generosamente por colaboradores.

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

18/07/1943 - 50. aniversário da Farmácia Candelária


Em 1943 a Farmácia Candelária comemorou 50 anos.
.Sim, exatamente isso: 50 anos em 1943!
.Ela foi fundada em 1893, por Francisco Xavier da Costa.
Abaixo, imagem da placa de bronze comemorativa do jubileu:
.
A Farmácia Candelária foi fundada por Francisco Xavier da Costa:



Ao comemorar o 50. aniversário da FARMACIA CANDELARIA,
o seu fundador FRANCISCO XAVIER DA COSTA, ainda na direção do estabelecimento,
tem o imenso júbilo de agradecer a amizade e a confiança da sua numerosa clientela,
a qual vem crescendo a medida em que Indaiatuba prospera.
Obediente à mesma norma com que serviu várias gerações, fiel ao seu compromisso de oferecer PRODUTOS ÓTIMOS COMO SEMPRE,
A PREÇOS BAIXOS COMO NUNCA,
a Farmácia Candelária espera continuar a merecer igual confiança
pelos tempos vindouros, penhorando à sua distinta freguezia o agradecimento
pela preferência que sempre lhe foi dispensada.

Indaiatuba, 18 de julho de 1943
Francisco Xavier da Costa [1]


Inicialmente a Farmácia Candelária funcionou em um prédio localizado na rua 7 de Setembro. Na imagem acima (que considero um dos registros mais belos de nosso passado) podemos ver esse local: é o segundo prédio do lado esquerdo (onde hoje é a Caixa).

A farmácia funcionou neste prédio desde sua inauguração em 18 de julho de 1893 até por um ano, quando então mudou para a rua Pedro de Toledo, onde permaneceu por mais dois anos.
Ocupou então a esquina da rua Dom José de Barros, onde depois foi a Casa Paroquial, passou para o prédio do lado do Grupo Escolar velho (onde hoje é a Escola Candelária), vindo em seguida para " a antiga casa onde era a alfaiataria Nunes".
Trasnferiu-se definitivamente para a esquina da rua Candelária com a Siqueira Campos, em prédio próprio, cuja imagem está abaixo:


" No decorrer deste meio século, a Farmácia Candelária
acudiu aos flagelos de várias epidemias, notadamente a da febre amarela de 1899, cuja devastação impiedosa assumiu o caráter de terrível calamidade.
Tão implacável foi a violência do surto amarílico que o governo estadual mandou a Indaiatuba uma comissão de médicos notáveis como Emílio Ribas, Paulo Bourroul, Evaristo Bacelar, Luiz de França, Assis Brasil , alem de outros, esquecendo-se todavia, da remessa de medicamentos. A farmácia Candelária, a única na localidade, arcou com o ônus de fornecê-los aos numerosos indigentes que, sem recursos, não puderam emigrar. No curto espaço de dois mezes a modesta botica de então manipulou mais de mil receitas, com alguns milhares de fórmulas, sem que o sr. Francisco Xavier da Costa fosse substituído no seu posto ininterrupto de sacrifícios e de renúncias e sem ao menos ser remunerado quer pelos serviços profissionais, quer pelas medicações largamente oferecidas. Este é o maior galardão de glórias da sua longa jornada tão cheia de nobrezas e de desprendimentos. Com risco da própria vida, sem olhar recompensas materiais, com o ânimo de verdadeiro sacerdócio, o sr, Francisco Xavier da Costa, naqueles dias lutuosos e apavorantes, robusteceu a norma rígida que sempre foi o apanágio do seu lema de trabalho." [1].
,
Na ocasião dessa visita, foi aberto um livro de capa dura, assinado pelos médicos em ata de abertura. A instrução passada para o boticário Francisco Xavier é que fossem anotadas todas as fórmulas vendidas para os pacientes. O livro está cuidadosamente guardado até hoje. Nele estão contidos os nomes de indaiatubanos, como por exemplo dos da família Tanclér, do Tenente Tanclér - e as respectivas doses e produtos receitados. Uma preciosidade!



Visão interna e externa na Farmácia Candelária no ano do 50. aniversário.




"Hoje, cincoenta anos decorridos, ao ser descerrada a placa comemorativa do seu jubileu, homenagem de amigos dedicados,
ele sentirá palpitar no bronze a mesma chama de tenacidade
que acalentou a sua conduta passada,
legado que fica imorredouramente fundido
ao nome e a tradição
do estabelecimento
que criou,
e amou
em tão largo lapso de tempo." [1]

.

.....oooooOooooo.....

[1] Informações e imagens do folheto comemorativo do 50. aniversário da Farmácia Candelária, cedido por Antonio Reginaldo Geiss.

.....oooooOooooo.....

Texto contido no livro “Cronologia Indaiatubana”:


“Em 18 de julho de 1893 foi fundada a Farmácia Candelária, instalada inicialmente na rua Quinze de Novembro, esquina com a Sete de Setembro, em frente à Loja do Tenente José Tanclér. Mudou-se em vários prédios até estabelecer-se definitivamente onde está hoje : à ria Candelária, esquina com Siqueira Campos. Seu fundador foi Francisco Xavier da Costa, farmacêutico que teve atuação destacada em 1899, quando Indaiatuba sofreu uma epidemia de febre amarela, motivo pelo qual esta farmácia foi considerada de utilidade pública por decreto Municipal de 17 de julho de 1943.”

.....oooooOooooo.....



 Reprodução parcial da página 112 do livro " Indaiatuba - Sua História" (esgotado)/ 1998,
escrito por Scyllas Lete de Sampaio e Caio da Costa Sampaio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS MAIS PROCURADAS - Última semana

Entre em contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

.

VISITANTES NO ÚLTIMO ANO

Indaiatuba - A cidade que tinha um urubu de estimação

Indaiatuba - A cidade que tinha um urubu de estimação
Ave silvestre foi domesticada e atualmente voa livremente pela cidade, pousando em logradouros públicos, tornando-se conhecida e querida pelos indaiatubanos. Ajude a preservar!

SEGUIDORES