BEM-VINDO AO BLOG DE ELIANA BELO
Arquivo virtual de História, Memória e Patrimônio de Indaiatuba (SP) e região.*

Este blog só é viável com o auxílio de vários colaboradores; seja um também, divulgando seu (s) texto (s) ou imagem (ns).

CITE A FONTE ao fazer uso de textos ou imagens publicados neste blog; grande parte do material foi cedido generosamente por colaboradores.

quarta-feira, 15 de julho de 2015

Pró-Memória recebe exposição temporária do Museu Republicano Convenção de Itu

A Fundação Pró-Memória de Indaiatuba traz para o Museu Municipal Casarão Pau Preto a exposição temporária do Museu Republicano “Convenção de Itu”, extensão do Museu Paulista da USP, "Espaços Escolares: reformas do ensino público na Primeira República” contendo imagens sobre os grupos escolares do Estado de São Paulo.
O Museu Republicano “Convenção de Itu” é uma instituição cientifica, cultural e educacional, especializada no campo da História e da Cultura Material da sociedade brasileira, com ênfase no período entre a segunda metade do século XIX e a primeira metade do século XX, tendo como núcleo central de estudos o período de configuração do regime republicano no Brasil. Encontra-se instalado em sobrado histórico em Itu, erguido nas décadas iniciais do século XIX, e que se tornou residência da família Almeida Prado. Foi nesse local que se realizou, em 18 de abril de 1873, uma reunião de políticos e proprietários de fazendas de café para discutir as circunstâncias do país e que, posteriormente, se transformou na famosa Convenção Republicana de Itu, marco originário da campanha republicana e da fundação do Partido Republicano Paulista.
A exposição foi concebida pela equipe do Museu Republicano, a partir do acervo de fotografias pertencente à coleção Washington Luis, guardada no Museu Republicano “Convenção de Itu” da USP. Parte do rico material a ser exposto é composto por reproduções de fotografias de escolas públicas em várias localidades paulistas entre 1889 e 1930.

Juntamente com esta exposição temporária do Museu Republicano, a Fundação Pró-Memória de Indaiatuba preparou a exposição “Retratos escolares – Um breve histórico da Educação em Indaiatuba”, que apresenta a trajetória e a formação do ensino público escolar na cidade de Indaiatuba. As informações foram retiradas do acervo do Arquivo Público Municipal “Nilson Cardoso de Carvalho” e passa por diferentes momentos da história do ensino público entre as décadas 1850 e 1950.
Ambas exposições serão lançadas dia 22 de julho de 2015, no Casarão Pau Preto, juntamente com o Projeto Memórias de Indaiatuba, que visa relatar a história de Indaiatuba pelo viés da oralidade, resgatando e compartilhando com a comunidade histórias sob diferentes pontos de vista. 
O primeiro bate papo terá como tema “A história da Educação em Indaiatuba” e contará com as participações da Secretária de Educação, Rita de Cassia Trasferetti e da Professora Deize Clotildes Barnabé de Morais, funcionária da Secretaria de Educação e integrante do Conselho Administrativo da Fundação Pró-Memória.
A exposição estará aberta ao público gratuitamente no Museu Casarão Pau Preto e o bate papo e discussão ocorrerá às 19h30 no auditória da Tulha do Casarão.
Serviços:
Projeto Memórias de Indaiatuba e Exposições “Espaços Escolares: reformas do ensino público na Primeira República”, do Museu Republicano “Convenção de Itu” (USP) e “Retratos escolares – Um breve histórico da educação em Indaiatuba”.
Data de abertura: 22 de Julho de 2015
Horário: 19h30
Museu Municipal Casarão Pau Preto
Rua Pedro Gonçalves, 477 – Jardim Pau Preto
Indaiatuba – São Paulo
Telefone: (19) 3875-8383

....ooooOoooo....

Sugestão de Leitura:

Consultar: Faculdade de Educação - FE da UNICAMP

Título: A instrução publica em Indaiatuba : 1854-1930 : contribuição para a historia da educação brasileira
Título [Outro Idioma]: The public instruction in Indaiatuba: 1854-1930: contribution for the educational brazilian history
Autor(es): Silvane Rodrigues Leite Alves
Área de concentração: História, Filosofia e Educação
Titulação: Mestre em Educação
Resumo:
Resumo: Esta pesquisa investiga através de diversas fontes ?primárias e secundárias - o processo de estruturação da instrução pública na cidade de Indaiatuba/SP. A cronologia histórica estabelecida inicia-se com o primeiro registro de existência de um professor de primeiras letras na então Vila de Indaiatuba, no ano de 1854 e prolonga-se até o fim da República Velha, em 1930. No período abordado, observou-se que a educação, cumprindo sua missão na ideologia liberal, permeou o discurso dos políticos republicanos locais, sendo registrados nos anais das sessões da Câmara Municipal, embora na prática, os avanços não tenham sido tão significativos, atravancados que eram pelas questões políticas e econômicas, que interferiram e influenciaram o projeto republicano de expansão da escola pública. A absorção do ideário republicano pelas elites detentoras do poder local, pôde ser observada no empenho pela implantação de um Grupo Escolar na cidade, em 1895, Grupo esse dissolvido dois anos depois, em conseqüência das disputas pelo poder local. Através do estudo da estruturação da educação pública em Indaiatuba (SP), principalmente com a utilização das fontes documentais primárias, esta pesquisa pretende contribuir para a escrita de uma História da Educação Brasileira 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS MAIS PROCURADAS - Última semana

Entre em contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

.

Indaiatuba - A cidade que tinha um urubu de estimação

Indaiatuba - A cidade que tinha um urubu de estimação
Ave silvestre foi domesticada e atualmente voa livremente pela cidade, pousando em logradouros públicos, tornando-se conhecida e querida pelos indaiatubanos. Ajude a preservar!

SEGUIDORES

Quantas pessoas precisam receber um órgão doado?

VISITANTES NO ÚLTIMO ANO