BEM-VINDO AO BLOG DE ELIANA BELO
Arquivo virtual de História, Memória e Patrimônio de Indaiatuba (SP) e região.*

Este blog só é viável com o auxílio de vários colaboradores; seja um também, divulgando seu (s) texto (s) ou imagem (ns).

CITE A FONTE ao fazer uso de textos ou imagens publicados neste blog; grande parte do material foi cedido generosamente por colaboradores.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

A Banda de Indaiatuba - 1916


(clique para ampliar)

Esta imagem é da composição da banda que existia em Indaiatuba no ano de 1916. Segundo Rubens de Campos Penteado, autor do livro "Gente de Nossa Terra, Terra da Nossa Gente"*, quem identificou todos os músicos foi ninguém menos do que nosso saudoso Nabor Pires de Camargo.

São eles:

Da esquerda para a direita e de cima para baixo:

Luiz Laurenciano
Atílio Minioli
Alziro Pires de Camargo (irmão do Nabor)
Francisco Carlos Bento (Chico Sapateiro)
Juvenal Fonseca (pai do Ranulfo, que também foi um músico conhecido)
Fernando Talli
Nabor Pires de Camargo (nosso consagrado músico, aos 14 anos)
Augusto Coppini
Júlio Minioli
Alfredo Coppini
José Minas
Rêmulo Zoppi
Esterlino Minioli
João Baptista Nunes Beccari
Hemenegildo Pinto (Gildo Pinto)
Godofredo Pires Camargo (outro irmão do Nabor)
Afonso Bonito (pai de Rubens Bonito)
Ernesto Laurenciano
Gino Coppini


.....oooooOooooo.....


O livro "Gente de Nossa Terra, Terra da Nossa Gente" foi publicado em 1999, mas  há pouco tempo sr. Rubens disponibilizou alguns poucos (e últimos) exemplares para serem vendidos na livraria Laselva, na rua 13 de maio por R$ 35,00.

Rubens de Campos Penteado disse-me hoje (10/02/2010) que está preparando um novo livro sobre a "gente de nossa terra" e a "terra da nossa gente".

Muito bom!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS MAIS PROCURADAS - Última semana

Entre em contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

.

VISITANTES NO ÚLTIMO ANO

Indaiatuba - A cidade que tinha um urubu de estimação

Indaiatuba - A cidade que tinha um urubu de estimação
Ave silvestre foi domesticada e atualmente voa livremente pela cidade, pousando em logradouros públicos, tornando-se conhecida e querida pelos indaiatubanos. Ajude a preservar!

SEGUIDORES