BEM-VINDO AO BLOG DE ELIANA BELO
Arquivo virtual de História, Memória e Patrimônio de Indaiatuba (SP) e região.*

Este blog só é viável com o auxílio de vários colaboradores; seja um também, divulgando seu (s) texto (s) ou imagem (ns).

CITE A FONTE ao fazer uso de textos ou imagens publicados neste blog; grande parte do material foi cedido generosamente por colaboradores.

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Inscrições para Oficina do Patrimônio de novembro do Pró-Memória e UNICAMP

A Fundação Pró-Memória recebe a partir de  sexta-feira (23 de outubro) as inscrições para mais um curso gratuito do projeto Escolas do Patrimônio, projeto que vêm executando deste 2014 em parceria com a UNICAMP e que está trazendo para Indaiatuba profissionais da área de ciências humanas para ministrar cursos gratuitos de excelente qualidade. São mestres, doutorandos e doutores que em oficinas ministradas no Casarão e em locais específicos complementares - para estudo do meio - estão proporcionando acesso ao que está sendo produzido, discutido e indicado nas universidades.

Para a oficina de novembro, o tema será: Memória, História Oral e Patrimônio Cultural com a professora doutora Olga de Moraes Von Simson e a professora Doutoranda Lívia Lima. 

As vagas são limitadas e as inscrições podem ser feitas no site da Fundação - www.promemoria.indaiatuba.sp.gov.br, - ou por meio do telefone (19) 3875-8383.


Ementa: Compreender a importância dos estudos sobre a memória englobando as contribuições das muitas áreas disciplinares que se voltam à sua pesquisa e estudo, é de importância fundamental para a discussão da tríplice proposta que ora apresentamos juntando História Oral e Patrimônio (material e imaterial). 
A História Oral como método de pesquisa nos fornece a possibilidade de recolher, analisar e compreender a memória mais recente, a partir de diferentes membros de uma mesma sociedade.
Temas: discutir a Memória, História Oral e Patrimônio enfocados através das metodologias de pesquisa no campo das Ciências Humanas e Sociais. 
Ressaltar a contribuição da oralidade, associada à visualidade, através da coleta e análise de fotos históricas, que nos permitirão melhor compreender às questões voltadas ao patrimônio, seja ele material ou imaterial. 
Para desenvolver essa proposta faremos a escolha dos informantes a partir dos 40 anos de idade, cobrindo diferentes gêneros e escolhendo representantes de várias classes sociais.
“Também teremos atividade pratica e pedimos aos participantes da atividade que nos tragam fotos de sua infância e adolescência que serão fichadas e analisadas com orientação dos pesquisadores”, comenta o superintendente da Fundação,  o professor Doutor Carlos Gustavo Nóbrega de Jesus, que em conjunto com o professor Doutor Marcos Tognon, da UNICAMP, são os "patronos" desse projeto, que vêm capacitando os educadores de Indaiatuba, trazendo benefícios imensuráveis para as áreas de História e Educação, mas também no que tange à ao patrimônio, memória, cultura e cidadania.


ESCOLAS DO PATRIMÔNIO


O programa implantado em junho do ano passado já atendeu mais 1.000 interessados entre educadores, profissionais liberais, servidores públicos e demais interessados. A Fundação Pró-Memória de Indaiatuba em parceria com o Departamento de História da Universidade Estadual de Campinas, que por meio do projeto de extensão, busca atender a demanda da comunidade nas diversas áreas do saber relacionadas à história, memória, patrimônio histórico, cultural e ambiental. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS MAIS PROCURADAS - Última semana

Entre em contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

.

VISITANTES NO ÚLTIMO ANO

Indaiatuba - A cidade que tinha um urubu de estimação

Indaiatuba - A cidade que tinha um urubu de estimação
Ave silvestre foi domesticada e atualmente voa livremente pela cidade, pousando em logradouros públicos, tornando-se conhecida e querida pelos indaiatubanos. Ajude a preservar!

SEGUIDORES