BEM-VINDO AO BLOG DE ELIANA BELO
Arquivo virtual de História, Memória e Patrimônio de Indaiatuba (SP) e região.*

Este blog só é viável com o auxílio de vários colaboradores; seja um também, divulgando seu (s) texto (s) ou imagem (ns).

CITE A FONTE ao fazer uso de textos ou imagens publicados neste blog; grande parte do material foi cedido generosamente por colaboradores.

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

TARDES DE AGOSTO - Acrisio de Camargo

Poesia que Acrisio de Camargo enviou para a o periódico "O MALHO"
e que foi aceito para publicação.
Edição de 1921.

 As poesias abaixo também são de Acrisio, todas elas enviadas para o periódico O MALHO e publicadas no mesmo ano de 1921:






Sobre Acrísio de Camargo

Nascido em 1899 em Jundiaí, Acrísio de Camargo morou em Indaiatuba, onde iniciou os estudos. Trabalhou como farmacêutico, mas foi nas artes que ganhou maior notoriedade, dedicando-se à poesia sertaneja, à pintura, folclore, teatro e radialismo. 

Escreveu comédias teatrais, inúmeros poemas e pintou mais de 100 quadros. 

O Hino de Indaiatuba, com letra sua e melodia de Nabor Pires de Camargo, foi elaborado em 1930 a pedido do major Alfredo Camargo da Fonseca, prefeito de Indaiatuba na ocasião em que foi comemorado o 1º centenário de elevação de Indaiatuba a freguesia. 

A contribuição do poeta para o desenvolvimento cultural do município é lembrada com a realização do Concurso Literário Acrísio de Camargo, promovido anualmente pela Secretaria Municipal de Cultura, que estimula a literatura ao destacar as melhores poesias, contos e crônicas escritas pelos indaiatubanos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS MAIS PROCURADAS - Última semana

Entre em contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

.

Indaiatuba - A cidade que tinha um urubu de estimação

Indaiatuba - A cidade que tinha um urubu de estimação
Ave silvestre foi domesticada e atualmente voa livremente pela cidade, pousando em logradouros públicos, tornando-se conhecida e querida pelos indaiatubanos. Ajude a preservar!

SEGUIDORES