BEM-VINDO AO BLOG DE ELIANA BELO
Arquivo virtual de História, Memória e Patrimônio de Indaiatuba (SP) e região.*

Este blog só é viável com o auxílio de vários colaboradores; seja um também, divulgando seu (s) texto (s) ou imagem (ns).

CITE A FONTE ao fazer uso de textos ou imagens publicados neste blog; grande parte do material foi cedido generosamente por colaboradores.

terça-feira, 30 de junho de 2015

B. Bastos - O poeta indaiatubano de 1873


Ao distincto poeta da viola, Sr. Mariola

Indaiatuba, 21 de novembro de 1873 *
(mantida a grafia original)


Isso é pancada na bola,
Está desorganisada a caxola,
Meta-se em uma camisola
Quando não vá para a escola.

Parece-me o viajante universal
Com as suas pilheiras sem sal.
E é como lhe digo tal e qual
Pula lá para o curral!

Isto é altas congonhas
Da família das cegonhas
Podem fazer carautonhas
Com essas caras de pamonhas.

Deixe correr o marfim
Lá d´essa estrada sem fim
Porque é que se põe assim?
Com geitos de galopim?

Longe vá o urubu
Que anda agourando a estrada de Itú
Quando fala, parece-me um perú
Que quando canta, faz grú,grú,grú!




* Publicado no Jornal CORREIO PAULISTANO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS MAIS PROCURADAS - Última semana

Entre em contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

.

Indaiatuba - A cidade que tinha um urubu de estimação

Indaiatuba - A cidade que tinha um urubu de estimação
Ave silvestre foi domesticada e atualmente voa livremente pela cidade, pousando em logradouros públicos, tornando-se conhecida e querida pelos indaiatubanos. Ajude a preservar!

SEGUIDORES

Quantas pessoas precisam receber um órgão doado?

VISITANTES NO ÚLTIMO ANO